Nota Informativa

28/06/2017

           


O Presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Cambuci, no uso de suas atribuições, vem a público, desmentindo boatos de mídias sensacionalistas, e informar que não aumentou salários de seus servidores, pelo contrário, diminuiu as despesas com pessoal.

A Lei Nº 033 alterou a Lei Nº 196 de 07 de abril de 2015, para adequar as despesas com gasto de pessoal, que antes era de R$ 140.722,68, e hoje está em R$ 132.855,62, resultando em uma economia mensal de R$ 7.867,00 (Sete mil oitocentos e sessenta reais).

Respondendo ainda aos questionamentos quanto à diferença de salário entre assessores e funcionários efetivos, informamos que é pela natureza do cargo, visto que os cargos comissionados são de direção e chefia, não havendo lógica entre o subordinado receber remuneração maior que seu superior hierárquico.

Todos os pagamentos estão de acordo com a Constituição Federal, e menor que os cargos de Executivo e Legislativo de municípios vizinhos.

Aproveito o ensejo para dizer que os subsídios pagos a Vereadores e os salários pagos a servidores efetivos e comissionados são públicos, e estão disponíveis não só no Diário Oficial, mas também no Portal da Transparência da Câmara Municipal de Cambuci, servindo a presente nota apenas a título de informação, e repúdio a forma que pejorativa que foi passada.

 

 

José Ronaldo Castelo Oliveira

Presidente da Câmara Municipal de Cambuci